2.8.07

Inconstância e Incerteza


Um dia, Inconstância encontrou-se na rua por acaso com Incerteza, e tiveram uma longa conversa.
A Inconstância tinha certezas, mas mudava de postura a cada 10 minutos. Ora agora estava segura, ora já não estava segura de nada. Da tranquilidade à ansiedade como as montanhas russas. Mas certezas, Inconstância tinha. Por outro lado, a Incerteza era muito segura de si e das suas palavras. E acima de tudo, era muito segura no que tocava às suas incertezas. Essas eram sempre as mesmas, independentemente da conjuntura, do ano ou da estação. Não tinha a certeza de nada, excepto que tinha acerteza das suas incertezas. Após algum tempo de efusiva troca de sufixos, adjectivos e verbos, acordaram em fazer uma operação. Miss Inconstância e Madame Incerteza seriam submetidas a uma plástica do género trasformativo. E assim, Miss Inconstância passou a assinar o seu Bilhete de Identidade com o nome Constância e Madame Incerteza passou a ser apenas Certeza.

4 comentários:

Feitixeira disse...

Pena não ser assim tão simples! ;-)
Um texto com humor e mensagem subliminar... Gostei!***

Zofia disse...

E as certezas incertas? Como é que ficamos com essas? :)

Zofia disse...

Escreve mais, sentimos a falta! :)

Jorge Bicho disse...

e depois como passou a ser. Será que a Madame Certeza não morreu no pós-operatório?????

beijos com muito carinho
JB

tenho saudades. passa lá em casa...