17.5.07

Eu sei


Gosto do teu tom de pele e de voz, e gosto de como falas quando gracejas. Que mexas as mãos, claras e esguias, em movimentos simples. Gosto de um certo olhar e do interesse devagar. Que não me prendas mas me queiras agarrar, que vás mas não me deixes ficar. Para trás. De corpo, mas não no pensamento. Vou contigo porque sei que queres e não consegues. Dizer que não. Ao que te vai na alma e enche, enche, até te apertar as veias que te envolvem. O coração.
Eu sei...

Junho 2006

2 comentários:

Jorge Bicho disse...

Eu sei o quanto a tua escrita me emociona e me faz ler-te sempre muitas vezes.
beijos
JB

Zofia disse...

E eu gosto do teu texto. ;)