16.10.08

Único


"Enquanto não superarmos a ânsia do amor sem limites, não poderemos crescer emocionalmente. Enquanto não atravessarmos a dor da nossa própria solidão, continuaremos a procurar-nos noutras metades. Para viver a dois, antes, é necessário ser único."


Fernando Pessoa

4 comentários:

mole disse...

Fernando "Google" Pessoa.
Ah: obrigado. Pelo blog. Pelas músicas. E por tudo o resto que ainda não tive tempo para ler (sorris)

Hugo disse...

Isto é daqueles textos (bonitos) que nos deixam a pensar, e que cada um interpreta à sua maneira de acordo com o que já viveu.
Como é que o interpretaste? :)

T disse...

Mole,

Obrigada eu pela informação e por passares por aqui.

T disse...

Hugo,

Eu acho que o texto é por si, bastante claro. Antes de estar bem com o outro temso de saber estar bem connosco, sozinhos. E acrescento um excerto que uma vez encontrei na blogoesfera (infelizmente também não sei de quem):

"Sentimos tanto mais a falta dos outros, quanto mais precisamos de nós próprios, ou seja, de nos reconfirmarmos. Alguém disse que boa é a relação em que cada um acrescenta. O problema surge quando queremos que outro nos complete em vez de acrescentar. É porque nos está a faltar algo que deveria ser parte de nós."

Fica bem.