24.10.08

A paragem

Conheci-te no meio da rua. Descobri-te dentro de casa. E um dia acabas comigo entre duas paragens de metro. Saíste e nunca mais te vi.
Um dia encontro-te no meio da rua. Reconheço-te. Eu conheço-te. Estamos diferentes, numa cidade diferente e vamos descobrir-nos durante uma viagem. Entre duas estações de metro recomeçamos. Até chegar a minha paragem. Onde acabo. A nossa viagem.

1 comentário:

Smokin' Han disse...

Dos melhores textos que ja li teus!
5*