26.5.09

Acontecimentos absolutamente espectaculares

O meu "filho" já raramente dorme no meu quarto e agora quer emancipar-se e sair de casa.
Após sacrifícios de dieta, consigo destruir tudo em 30 minutos ao "engolir" uma tablete inteira, das grandes, de chocolate e arroz tufado que me vai fazer certamente ganhar a celulite que ainda não tinha.
Em apenas 56 dias a conduzir o carro novo e já consegui ter um acidente.
No mesmo mês em que tive a revisão e inspecção do carro velho, também tive um casamento, comprei uma viagem e hoje arranjei uma despesa extra fabulosa para cômpor o ramalhete.
Acho que o meu anti-rugas me faz borbulhas, o que é no mínimo irónico para já não falar de uma gozação descarada na minha cara.
A crise chegou oficialmente a minha casa, à minha conta e à minha vida e parece-me que vou passar o resto do ano com exactamente com o mesmo que tenho hoje... nem mais um livrito, nem mais um sapatito, nem uma pulseira sequer.

[E já não é mau. Apesar destes queixumes todos tenho muita sorte em ter na minha vida duas pessoas insubstituíveis.]

3 comentários:

Denise disse...

"Acho que o meu anti-rugas me faz borbulhas, o que é no mínimo irónico para já não falar de uma gozação descarada na minha cara."

Gosto especialmente desta parte... ahahahaha

Se te deixa feliz, eu já tenho rugas de expressão e continuo a ter borbulhas. -.-

E no dia em que vierem as tais rugas, que não de expressão, com certeza absoluta que vou continuar a ter borbulhas.

Uma desgraça nunca vem só.

:P

Smokin' Han disse...

São os interruptores da vida minha cara: umas vezes para cima, outras vezes para baixo.

Mas concordo contigo.... há coisas que não custam nada (€€) que são mesmo as mais importantes..

Gosto muito de a "ouvir" dizer isso. Só revela presença de espirito: coisa louvável e muito mais importante que a conta bancária nos dias que correm!!!

Um grande "bem haja" para si, e deixe estar que (relativamente às questões materiais - que ainda assim, também são importantes!) melhores dias virão..

T disse...

mais sorte ainda... é porque não tenho 2, mas tenho 3!