26.5.09

Bater sem magoar


Começou bem o dia. Acordei antes do despertador (acontecimento digno de champanhe, confetis e serpentinas, pois acontece 2 vezes ao ano), fiz os afazeres matinais obrigatórios que incluiram preparar o almocinho super saudável para levar para o trabalho e calçar sabrinas de verão.


Saí de casa a uma hora aceitável, que me permitia chegar ao trabalho "quase" a horas. Tinha o carro estacionado à porta de casa, à sombra, e ainda vi uns vizinhos meus, fiz festas no cão fofo deles e um adeus à bebé do mesmo casal, que muito sorridente olhava para mim. O sol brilhava, o calor sentia-se já na pele, o dia estava lindo. Eu ia feliz e contente pois ia conseguir chegar à agência e ainda ver os e-mails e beber um café calmamente, antes de ir para estúdio gravar um spot de rádio. E depois bati.














© Luís Almeida @ olhares.com

4 comentários:

Denise disse...

ups. :|

Teresa Queiroz disse...

xiiiiiiiiiii

Miss G disse...

Qual é o spot, Qual é?

Deixa lá, nao há male que sempre dure!

T disse...

Aiii jesus...