21.6.07

Bolacha Maria


Bolacha Maria estava pronta para sair do pacote onde vivia com as suas outras irmãs. A mãe de Bolacha Maria era a genuína, embora já um pouco mole, da idade, continuava a ter voz firme e a alertar a filha para os perigos que ia encontrar lá fora. Meninos que a iam querer comer, simples ou numa versão mais atrevida, com doce. Velhinhas que a iam querer molhar no leite e desfazê-la, senhoras que a iam envolver em orgias culinárias, com manteiga, natas, leite condensado e café. Mas nada impedia bolacha Maria de sair, até porque a sua vez tinha chegado. Foi deslizando do pacote tombado sobre a mesa e ficou deitada sobre esta de olhos bem esbugalhados e migalhas atentas. Passaram-se várias horas e nada. Estava já o dia a anoitecer quando sente os primeiros movimentos junto da mesa. Quando olha vê dois grandes olhos verdes e uns bigodes a fazerem-lhe cócegas nas bochechas. Parecia o gato. Com um movimento certeiro, ele dá-lhe com a pata e Bolacha Maria voa até ao tabuleiro do lanche da menina Rita, aterrando em cima do prato de torradas. Em coche particular lá vai ela toda deliciada pela casa fora a ver os quadros, os móveis, os cortinados. Nunca tinha visto mais do que o supermercado e a cozinha da família. A menina Rita chega ao quarto, pousa o tabuleiro, pega em bolacha Maria e molha-a no chá. Uma semana depois a família reuniu-se para a missa de sétimo dia.

Setembro 2006

5 comentários:

maria elisa disse...

Venho aqui todos os dias.
Saudações de Setúbal

maria elisa disse...

Já agora...porque é que no teu espaço é quarta-feira dia 20 de junho? Hoje não é quinta feira?

Feitixeira disse...

Excelente! Gostei dos jogos de palavras e, tal como tu, identifiquei-me com o tipo de escrita...
só tenho pena que ser comida, fosse o fim da bolacha... a viagem podia continuar, algures no tubo digestiva, com a bolacha despedaçada por ter sido comida:)
Beijos enbolachados***

Tania disse...

Essa sugestão é muiiiito boa, Feitixeira... despedaçada por ter sido comida... como é que eu não me lembrei disso.... ;)

Beijinhos e obrigada.

Zofia disse...

Pah, assim nao vale... agora fiquei triste. ;)
Adorei!