28.1.09

A sombra e os passos


A minha sombra
é maior que eu.
E eu tenho medo
dos meus passos.
Passo horas
nas escadas,
a ouvi-los.
Ouço as tábuas
que eles pisam
e os soalhos onde escorregam.

A minha sombra
é maior que eu.
E eu tenho medo
dos meus passos.
Por vezes são incertos
e vão por caminhos
que eu sei serem
travassos.

Mas a minha sombra
é maior que eu.
E eu tenho medo
dos espaços
onde ela entra.
São sítios para onde a levam,
e quem a leva,
são os meus
passos.

5 comentários:

pu pu pi tu disse...

estás a ver como eu tinha razão no outro dia quando falávamos? depois de TUDO isto queres que eu diga o quê sem ser "lindo!"?

T disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
as velas ardem ate ao fim disse...

Somos maiores do que pensamos.Aqui está a prova.

um bjo

antonio - o implume disse...

Dos espaço donde não saimos se não sendo sombra é que devemos de temer.

T disse...

Obrigada amiga pu pu pi tu!

É que às vezes sabe bem ouvir.
:)