10.1.11

Da saúde


Por vezes a vida parece um sarilho. Umas vezes bem grande. Porque não há dinheiro, porque não há emprego. Agora é uma conta extra, agora não há pão em casa, avariou-se o carro, mais uma despesa, e mais um ano sem férias. A vida às vezes pode ser uma dor de cabeça diária. Neste momento deve ser para muitos. Mas a verdadeira dor de cabeça é quando esta nos falta. É quando aquilo que tomamos por garantido nos pode fugir, ou abala e assusta. Dizem os antigos, o povo e eu também "haja saúde e tudo o resto se resolve" e é mesmo assim. Não sei se é o avançar da idade, se é a necessidade de acreditar que tudo o resto não tem assim tanta importância, ou se o facto de ter sido obrigada a acordar cedo para esta realidade. Mas, digam o que disserem, tendo saúde temos mesmo tudo. 


[e saber o que é preciso para a manter é o primeiro passo. essa é que é essa C.]

2 comentários:

c disse...

obrigada. por tudo.

T disse...

:)