15.12.08

Querido Pai Natal,


Gostava de ser mais morena, e de ter um cabelo forte e encaracolado volumoso. Gostava de ser magra e alta. Gostava de ser mais sociável e menos arisca e de ter mais esperteza para a vida. Gostava de não ter borbulhas aos 30 anos e que a minha pele não envelhecesse. Gostava de ser muito simpática e querida por todos. Gostava de perceber de tecnologias da informação e fazer grandes contas de cabeça. Gostava de não ser preguiçosa e de voltar a ler 2 livros por dia em vez de ver tanta televisão. Gostava de ser tão inteligente e aplicada nos deveres como quando era criança. Gostava de ser menos frustrada e de estar de bem com a vida. De ser optimista e paciente e de não ficar ansiosa quando a coisas não correm como planeei. Gostava de não stressar com os outros, nem de os criticar quando falham e gostava de não falhar também. Gostava de ser mais profunda e de não ter os vícios que tenho. De não ser contida nem ressentida, nem magoada. Gostava de ser mais leve e de ser mais feliz.
Pode ser, Pai Natal?

8 comentários:

Rita disse...

E mais? deixavas de ser tu e isso não tem graça nenhuma!!!! :-( a malta gosta é de ti assim!

Man disse...

Escreveria este texto sem mudar uma vírgula. Só o 'planeie' mudaria para 'planeei' (gralha) :-)

T disse...

Obrigad Man!
Já corrigi a dislexia ;)

Quanto ao "escreveria este texto sem mudar uma vírgula" isso é um pouco spooky. Não percebi se não mudaria pela forma, ou se pelo conteúdo...

T disse...

Rita Rita Rita... o teu nariz já foi mais pequenino.

:P

Smokin' Han disse...

Perdeste-te neste texto, porque por mais que procure não te vejo lá!!

Não precisas dessas alterações todas. Precisas é de arranjar um espelho menos fosco ou uns óculos melhores ;P

T disse...

OOooooohhh... quidinho!

Man disse...

Cara T, não mudaria pelo conteúdo. Foi o que quis dizer. Mas, lendo mais atentamente, não o mudaria só a partir do 'Gostava de ser muito simpática e querida por todos'. Não é spooky, é identificação em dia mais ou menos :-)

T disse...

Pois é Man, há mais gente a sentir-se assim, ao que parece.

:)